quarta-feira, 23 de julho de 2014

Skatista usa ferro velho para criar arte


O skatista Marcos Pinheiro tem mostrado que manda bem não só no esporte, mas também nas artes.

Além de praticar skate, Marcos é artesão e, utilizando uma maquina de solta feita pelo seu avô, transforma materiais de ferro belho em esculturas que representam diversos esportes radicais (Surfe, wakeboard, mountainboard, stand up paddle, BMX, motocross, patins in line e mergulho por exemplo).

As peças de Marcos já ganharam renome pelo Brasil e são utilizadas como troféu em torneios de skate.








E você, o que achou?


Fonte: Esportes UOL

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Labirintos pelo mundo


Você já deve ter visto, em filmes de ficção, pessoas aprisionadas em gigantescos labirintos sem fim.
Mas fique sabendo que não é só no cinema que esse tipo de monumento existe.
Por todo mundo, existem centenas de labirintos construídos na idade medieval, ou até mesmo feitos como representação artística, que prometem tirar qualquer um de sua sanidade, uma vez que colocados em seu interior.
Para especialistas, a experiência de se encontrar perdido em um labirinto é algo único e inexplicável. Veja uma lista com alguns labirintos que você pode visitar pelo mundo:

Labirinto do Minotauro, Parque florestal Kielder Forest Park – Inglaterra
Construído com basalto e vidro reciclado, este labirinto possui um conjunto de escadas em seu interior, que permite que os visitantes olhem por cima das paredes e estudem possíveis rotas. O objetivo final do labirinto é encontrar uma sala brilhante de rochas feita de vidro reciclado. Porém, mesmo após encontrá-la, você ainda tem mais uma missão: achar a saída!

Labirinto de Gelo – Harbin Ice and Snow Festival
Esse labirinto que fica na China, possui uma característica especial: só se forma uma vez por ano, no auge do inverno, em janeiro. Pegue uma blusa bem quente e tente encontrar a saída antes que seu corpo congele!

O labirinto de vidro de Robert Morris no Nelson-Atkins Museum of Art
Localizado no interior de um museu, esse labirinto que deveria ser mais fácil por ser todo transparente, prega uma peça em que o adentra. O vidro reflete e inverte muitas das passagens que achamos ser possível ver através das paredes, tornando-o ainda mais difícil e enlouquecedor.
Magowans Infinite Mirror Maze – Estados Unidos
O mais louco e psicodélico dentro todos os labirintos que existem, luzes negras e espelhos brilham para fazer o visitante se perder completamente. Justamente por ser um dos mais difíceis de encontrar o fim, a administração do labirinto permite que você fique lá dentro quanto tempo quiser, ou o tempo que precisar para encontrar a saída.

Labirinto de Villa Pisani – Itália
Digno de um labirinto da realeza, até Napoleão já se perdeu dentro dele. Em estilo medieval e circular, possui nove padrões de repetição concêntricos e muitos becos sem saída em torno de uma pequena torre no centro. As paredes são todas construídas em cerca viva, e ao centro, uma estátua de Minerva, fica ao lado de uma escada que pode ajudar o visitante a encontrar a saída.

Ultimate Fort – Japão
Esse labirinto foi criado especialmente para ser impossível de sair. Até hoje, de acordo com a administração do parque em que se encontra, quase ninguém conseguiu.
O labirinto é cheio de missões, obstáculos e tarefas que você precisa realizar para conseguir escapar. Além disso, o parque só te dá meia hora para tentar desvendá-lo.


Fonte e Imagens: MisturaUrbana

sexta-feira, 18 de julho de 2014

New Era X Tokidoki

Você já deve ter visto diversos bonequinhos conhecidos como “Toy arts” seguindo a mesma estética. O que talvez você não saiba, é que a grande maioria desses “toys” são produções de um mesmo estúdio de design que está bombando mundo a fora.

Estamos nos referindo à marca Tokidoki, que vem conquistando os fãs de ilustração em temas orientais e coloridos desde 2003. Apesar de possuir nome japonês (tradução livre: às vezes), a marca foi criada por um designer italiano, Simone Legno.

A Tokidoki sempre se uniu a grandes marcas para criar produtos inusitados, coloridos e que transmitissem o propósito de alegria do estúdio.

Com a New Era não foi diferente. Bonés em tons pastel mostram desenhos que beiram ao “fofo”, misturados com temas adultos, minimalistas, modernos e repletos de cenas undergrounds.

Confira alguns modelos:


























quarta-feira, 16 de julho de 2014

New Era apresenta festival “Projeto Bandas Novas” em parceria com a 89FM

A New Era, maior marca de headwear do mundo, apresenta a 1ª edição do festival “Projeto Bandas Novas”, que acontecerá no dia 20 de setembro, no Via Marquês (Av. Marques de São Vicente, 1589 – Barra Funda), apenas para convidados.
A inscrição de bandas de todo o país para o festival é gratuita, mas elas precisam ser realmente novas. Para se inscrever as bandas devem fazer um cadastro e publicar um vídeo com música própria no site do evento www.projetobandasnovas.com.br até o dia 25 de julho.

Os quesitos avaliados nesta primeira etapa pela equipe do “Projeto Bandas Novas” e 89FM serão: musicalidade, histórico fora do palco, interação nas mídias sociais e comunicação com o público. Dez bandas serão selecionadas e anunciadas no dia 1º de agosto no portal do evento. As finalistas tocarão três músicas, cada uma, no palco do Via Marquês no dia 20 de setembro. A banda CPM 22 encerra a primeira edição do festival.

A New Era incentiva diversos eventos voltados para música, esporte e cultura urbana, já que são vertentes presentes no lifestyle da marca. “Ao recebermos o convite para apresentar o evento, ficamos muito honrados e orgulhosos, pois acreditamos no talento do brasileiro, e queremos poder participar efetivamente da construção de novas bandas no Brasil”, afirma Caie Botelho, Gerente de Marketing.

New Era apresenta: 1ª edição Festival Projeto Bandas Novas
Inscrições: Até o dia 25 de julho pelo site www.projetobandasnovas.com.br
Anúncio dos finalistas: 1º de agosto

Apresentação das 10 bandas finalistas
20 de setembro, sábado – para convidados
Via Marquês: Av. Marques de São Vicente, 1589 – Barra Funda

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Portas para outro mundo


A porta de um cômodo, por exemplo, é algo que passa despercebido em nosso dia-a-dia. Porém, para diversos artistas, portas simbolizam muito mais que a divisão de ambientes. Portas podem significar a passagem de sentimentos, a divisão entre mundos ou períodos, ou até mesmo servir como um grande quadro decorativo.

Por todo o mundo, diversos artistas utilizam portas para criar e significar sua arte.
Confira essa seleção de intervenções urbanas que provocam admiração pelos quatro cantos do planeta, utilizando a porta como ponto de referência.

Santa Fe, New Mexico, USA
Imagem: Ken Piorkowski


Montmartre, Paris, França
Imagem: John Kroll

Valloria, Itália
Imagem: socket974

Valparaiso, Chile
Imagem: Byron Ellis

Por Kazuyuki Ishihara, Japão.
Imagem: Anya Langmead

Shanghai, China
Imagem: Sean Maynard

Sardinia, Italy
Imagem: Pia – Artemisia1975


Alpes Alemães
Imagem: Dominic Walter




Toronto, Ontario, Canada
Imagem: mandalaybus



Soho, New York, New York, USA

Imagem: Gary Burke

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails